Links
ACE
Arquivos AESC
Orkut: Slackline Colatina
Geobases
Google Earth
Convert World
Alta Montanha.com
Escalada Café
Escale Seguro
No Grau (Equipe de Aventura)

Video AESC: Ui! Uh!



Escaladores Capixabas
Baldin
Naoki
Afeto
Luana
ReBit
Ports
 



Marcadores
ACE (2)
Acesso (1)
AESC (6)
agroturismo (2)
Apeninos (2)
barco (1)
boulder (1)
Castelo (1)
cavalinhos (1)
comedor de chips (1)
cutrancância (1)
Doce Pontões Capixaba (2)
ecobloc (2)
ecologia (2)
escalada (4)
esporte espetacular (1)
falésia (1)
Festival (1)
gambiarra (2)
highline (3)
indoor (1)
jangada (1)
legislação brasileira (1)
Matilde (1)
muro (1)
mínimo impacto (1)
novas vias (2)
pixação (1)
Projeto de Lei 4003/2005 (1)
psicobloc (2)
qualificação (1)
reciclagem (1)
regulamentação (1)
respeito ao meio ambiente (1)
rifa (1)
Salaroli (1)
segurança (1)
serviço de utilidade pública (2)
slackline (6)
Sol Poente (1)
turismo (2)
Ui Uh (1)
valeriana (1)
vias negativas (1)
video (8)

 

     

Assinar Grupo AESC


Desenvolvido por br.groups.yahoo.com
 

domingo, 1 de agosto de 2010

Conversão de unidades

Por mais que se tenham boas lojas no Brasil, muito material de escalada e slackline é encontrado por preços mais atrativos em lojas do exterior. Infelizmente não são todas que fazem envio internacional, mas sempre existe gambiarras (leia-se amigos e parentes no exterior) que resolvem o problema de envio.

Um mínimo de conhecimento da língua inglesa permite uma boa navegação por sites especializados. Diga-se passagem, é de deixar água na boca encontrar equipamentos por menos da metade do preço.

Uma barreira maior do que o idioma são as unidades de medida. Quer exemplos? Você não vai encontrar uma fita em metros (m), mas em pés (feet em inglês, portanto ft). Um homem que calça 42 no padrão brasileiro, na teoria, precisa adquirir uma sapatilha de número 10,5 no padrão americano para escalar. Já uma mulher que calça 42 precisa de uma sapatilha de número 12 no mesmo padrão.

Além das unidades de medida é preciso saber a cotação do dia em dólar, euro ou libras esterlinas para poder converter o valor para reais.

Mas onde onde eu quero chegar com este assunto? Existe um site fantástico que agiliza qualquer destas conversões e muitas outras. Pode adicionar em seus favoritos: convertworld.com/pt

Marcadores: ,

4 Comentários:

Às 2 de agosto de 2010 10:39 , Blogger Breno Salaroli disse...

Agora temos que testar o esquema de trazer as coisas de fora pra cá, aí que são elas hehehe

 
Às 4 de agosto de 2010 09:04 , Blogger Breno Salaroli disse...

Então, quanto a diferença entre os números de calçados entre homens e mulheres na escala americana, isso só ocorre se o calçado for feminino como um sapato feminino por ex, se a mulher que calça 42 for comprar um ténis feito para homens, ela vai comprar o ténis 10.5, assim como os homens obviamente. Considerando que a maioria das sapatilhas de escalada são feitas (teoricamente) para os homens, essa diferença não existe, a não ser que a sapatilha seja feminina como já tinha dito.

 
Às 4 de agosto de 2010 11:03 , Blogger bonna, generval v. disse...

bom este toque a respeito do calçado.

estranhava os sites gringos não apresentarem esta diferença para sapatilhas masculinas e femininas

 
Às 5 de agosto de 2010 05:02 , Blogger Breno Salaroli disse...

É bom dar o toque, mas basta usar a lógica. Se um travesti for comprar um salto alto por lá vai ter que se enquadrar na numeração feminina, e uma mulher comprando uma sapatilha masculina vai ter que usar a escala masculina.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial